Prefeitura Belford Roxo: Guarda Mirim vai para as ruas pedir paz e gentileza no trânsito

Prefeitura Belford Roxo: Guarda Mirim vai para as ruas pedir paz e gentileza no trânsito

Guarda Mirim vai para as ruas pedir paz e gentileza no trânsito

Alunos do Curso da Guarda Mirim de Belford Roxo tiveram uma experiência diferente na manhã de hoje (26). Eles deixaram a sala de aula e foram para a Avenida Joaquim da Costa Lima conscientizar motoristas e passageiros sobre a importância do cumprimento das normas de trânsito. Na parada do semáforo, em frente à Secretaria Municipal de Segurança Pública, eles distribuíram panfletos informativos e defenderam um trânsito mais gentil e seguro.

O curso, desenvolvido pela Divisão de Projetos Especiais da Guarda Municipal, abriu 100 vagas para meninos e meninas da cidade com idade entre 12 e 17 anos. As aulas começaram no início do mês e terminam em novembro. A formatura terá solenidade com honras militares, diploma e encaminhamento para o primeiro emprego, através do Projeto Jovem Aprendiz. Durante os dois meses os jovens terão aulas com oficinas de educação ambiental, rotinas administrativas, informática, atividades esportivas, disciplina e cidadania.

Ato de Conscientização

 “A ação de hoje, alusiva à Semana Nacional do Trânsito, tem a parceria da Empresa de Transportes Jal (grupo Flores) e o objetivo de conscientizar os jovens sobre a necessidade de se ter um trânsito seguro”, disse o instrutor Egydio Soares. A aluna Layza Neves, 15, era uma das mais radiantes. “Ah estou adorando. A gente não está aqui pra falar que os motoristas estão errados. A gente está aqui para ajudar não acontecer tantos acidentes”, disse. Sua colega de turma, Camille Vitória, 12, considerou importante a sua participação. “Estou achando muito legal alertar as pessoas, pois ainda tem muita gente dirigindo com criança no colo e usando o celular para passar mensagens. Isso não é o correto”, afirmou.

Os inspetores Thiago Silva e Marcelo Escarlate salientaram que as aulas práticas estimulam ainda mais os alunos a formarem opinião sobre o que aprenderam. “Eles são os futuros motoristas e com certeza colocarão em prática atitudes educadas e conscientes”, acredita Thiago.

Vítimas da violência

Ídolo dos alunos, o instrutor Alan Rangem, que além de guarda municipal também é professor de Educação Física, contou que foi vítima de um atropelamento ocorrido em maio deste ano. “Eu voltava da faculdade no Rio de janeiro, quando fui atingido por um carro. Fiquei desacordado e precisei ficar internado. Segundo testemunhas, o motoristas que dirigia o carro usava um celular, quando perdeu a direção e me pegou na calçada. O motorista fugiu. Por isso, a aula de hoje é fundamental para conscientizar essa garotada sobre as coisas certas”, disse.

O aluno Cauâ de Paula, 14, teve uma experiência desagradável quando distribuía os panfletos educativos com os seus colegas. Ao receber o folheto, um passageiro de um ônibus, amassou o papel e jogou sobre o rosto do menino. “Fui surpreendido com a atitude do homem. Um mau exemplo. Mesmo assim eu disse pra ele: um bom dia para o senhor também”.

 

Prefeitura de Belford Roxo



Leia no Site Oficial da Prefeitura de Belford Roxo