Prefeitura Belford Roxo: Belford Roxo faz prevenção sobre Pé Diabético

Belford Roxo faz prevenção sobre Pé Diabético

Médicos, enfermeiros e técnicos de Belford Roxo estão participando de um curso de capacitação sobre o Pé Diabético, no auditório do Prognóstico Escola. O evento está sendo promovido pela Prefeitura, através da Secretaria de Saúde e da Secretaria Adjunta de Epidemiologia e vai reunir cerca de 200 profissionais. Durante o curso, serão ministradas palestras sobre neuropatia diabética, classificação e avaliação do pé diabético, detecção precoce das lesões, o momento de procurar auxílio médico na vigência de uma lesão, cuidados de enfermagem com o pé diabético (prevenção e cuidados com as lesões), sobre úlceras venosas crônicas e doenças arteriais. Na terça-feira (5), a palestra foi ministrada pela responsável do setor de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), a médica Sandra Coelho Madeira dos Santos e pela enfermeira Eloah Priscila. Para tirar qualquer dúvida, os pacientes devem ir ao posto de saúde mais próximo de sua residência.

 Segundo Sandra Madeira, é importante que os profissionais saibam identificar e fazer uma avaliação do estado de seus pacientes. ”Mantê-los informados sobre a doença é fundamental. Com o curso, queremos que os profissionais trabalhem a fim de reduzir as taxas de complicações, amputações e incapacidades nos pés dos diabéticos”, explicou a médica. A enfermeira Eloah Priscila disse que uma das ações que os profissionais devem ser preocupar é fazer com que os pacientes tenham cuidados com os pés. ”A perda do membro é muito ruim e provoca várias coisas, como a baixa da autoestima. Temos que lutar para que não chegue ao ponto da amputação. Por isso, a necessidade da informação e dos cuidados”, enfatizou a enfermeira. Uma das participantes, a técnica de laboratório, Sandra Regina Loureiro Soares, disse que é de suma importância a capacitação. “Desta forma, teremos como prestar um melhor atendimento à nossa população”, frisou.

Diabetes

 O diabetes é uma doença crônica, de caráter permanente, caracterizada pelo mau funcionamento do pâncreas, que reduz ou para de produzir insulina, o hormônio responsável pela queima de glicose, substância presente nos alimentos. Cada vez mais frequente em todo o mundo, o diabetes pode ser causado por diversos fatores como hereditariedade, predisposição familiar, obesidade, gravidez e outros fatores relacionados com a idade.

O pé diabético é um termo usado para referir o maior risco que os diabéticos têm de apresentar problemas nos pés, como feridas, trombose, infecções e úlceras. Porém, este tipo de problema só é mais comum quando a doença não é bem controlada, e é caracterizado por sintomas como formigamento e queimação nos pés. Dessa forma, o ideal é que todos os diabéticos, além de fazerem o tratamento adequado, tentem prevenir problemas nos pés, tendo cuidados como usar sapatos confortáveis e não retirar calos, e procurar o médico logo que surgir alguma alteração nos pés.

Prefeitura de Belford Roxo



Leia no Site Oficial da Prefeitura de Belford Roxo