Prefeitura Belford Roxo: Belford Roxo capacita professores e estimuladores em primeiros socorros

Belford Roxo capacita professores e estimuladores em primeiros socorros

A Prefeitura de Belford Roxo realizou na última terça-feira (18), uma capacitação de primeiros socorros para cerca de 80 professores e estimuladores das 45 unidades escolares que atendem a educação infantil da rede municipal. A ação foi idealizada pela Divisão da Educação Infantil, de acordo com a Lei 13.722 (Lei Lucas), que torna obrigatório a capacitação em noções básicas de primeiros socorros de professores e funcionários de estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica e de estabelecimentos de recreação infantil. A lei entrou em vigor em abril deste ano.

Durante o evento, duas palestras foram apresentadas: Primeiros Socorros, ministrada pela enfermeira Caroline Barroso, e Prevenção de Acidentes, com a assessora da Divisão da Educação Infantil, Suelen Soares. Em fevereiro de 2018 a cidade iniciou a discussão de noção de primeiros socorros com uma palestra na primeira capacitação das estimuladoras das escolas municipais.

De acordo com a chefe da educação infantil, Vanessa Alves, essa foi a segunda capacitação do ano realizada com professores e estimuladores. “A primeira foi feita para o Dia Internacional do Brincar abordando a importância do brincar. Agora estamos levantando a importância do cuidar. Esse é o projeto Cuidar e Educar”, informou Vanessa. A enfermeira Caroline Barroso trabalha na parte de pediatria e apresentou aos professores e estimuladores da rede noções do que fazer quando se tem acidentes. “É de suma importância ter conhecimento de primeiros socorros em qualquer situação. Com o conteúdo que apresentei, espero que os profissionais das unidades escolares estejam aptos e saibam lidar com algum acidente e trabalhe a prevenção com os alunos”, destacou Caroline.

 Durante a palestra, Suelen Soares abordou temas como diferentes riscos por faixa etária, atividades de conscientização para a prevenção e a Lei Lucas. “Segundo o Ministério da Saúde, a primeira causa de morte em crianças de 1 a 14 anos é decorrente de acidentes não intencionais. Os alunos passam muitas horas nas unidades escolares e por isso é muito importante que atividades e discussões acerca da prevenção de acidentes ocorra com os alunos e todos os funcionários das unidades. A educação vai além da transmissão de conteúdo. Dentro de uma escola. A cidadania e o convívio saudável promovem o desenvolvimento de dignidade e ampliação de horizontes. Para isso, a escola precisa oferecer um ambiente saudável”, finalizou Suelen.

Professora da Creche Amor e Esperança, localizada no bairro Parque Esperança, há sete anos, Michelle Cristina Alves relata que não presenciou nenhum caso de acidente na unidade. “Mas se for o caso, saberei o que fazer para ajudar os alunos. A discussão dessa capacitação é importante e muito séria. Todos os funcionários da rede deveriam se instruir sobre esses cuidados”, ressalta.  

Prefeitura de Belford Roxo



Leia no Site Oficial da Prefeitura de Belford Roxo